This IS Home

Being away from our parents is not an easy task, not only for the people that were attached to their parents back home, but for everyone.

We have been here for two weeks, and the collateral effects of the community exposure have started to pop up in some people, including myself. It is kind of hard to explain, but a few days ago we were just arriving at the school, excitement coming from every corner, smiles, happiness all together made the atmosphere feel like we were in a movie.

As the time went by I started to perceive some people feeling a little bit down. Almost as if an invisible wave of bad feelings was wandering around our houses. And I could not understand why.

A couple of days ago that wave struck me.

I could finally understand. Two weeks, and we begin to know every single one of our co-years, the house parents, the teachers, and the board. But not only that, some of us also start to realize that those people are our community, our family. The people we will be living with for two years. TWO YEARS!

We are all slowly getting overwhelmed by the academic routine, but most importantly each and every one of us has our own story, our own problems to care about, and that is why everybody responds differently to those bad waves.

Fortunately, I also came to understand the even though we might miss our families, it does not mean we want to go back home. And just because we cry, does not mean we want to run away from here.

At the end of the day, when you are at your worst you can find someone who is feeling just like you, and sing it all out together, or maybe dance it out, or talk it out. Doesn’t really matter, because no matter how or who, there will always be someone who is willing to help and understand you even if all you want to give them is an empty look, they will still have your back, they can read you.

That is when you realize that you were home the whole time.

Written by Gabriel Berdet

Edited by Eng Sou EA

Advertisements

9 thoughts on “This IS Home

Add yours

  1. Gabriel acredito que o segredo do sucesso dos nossos sonhos, é ter foco, força e fé. Por isso a cada “onda” que visitar os seus pensamentos, reflita sim, mas pelo lado positivo. As dificuldades nos fortalecem, nos sensibilizam, nos enobrecem e nos fazem dignos de uma farta colheita. Continue firme e saiba que tens em nós nossa melhor energia e nossa torcida constante pelo teu crescimento!!!

    Like

  2. Meu querido Biel, acho que sei o nome disso que estás passando, chama-se período de adaptação. É muito difícil para vocês tão jovens ainda, saírem para o mundo. Implica em um determinado sofrimento, tanto do jovem como da família, mas é um sofrimento necessário e logo passa… A vantagem da juventude é ter a força e o jogo de cintura para superar obstáculos. Começar longe de casa, sempre é muito difícil para todos, mas passa… Acredito em ti, Biel, boto fé no teu taco! Sei que pularás todas as pedras do caminho e voltarás vitorioso, maduro e com um diferencial enorme que essa tua experiência há de te proporcionar.
    Aguente firme cara, estamos aqui na tua torcida… Fica com Deus e segura o tranco!
    Beijos e Deus te abençoe!

    Like

  3. Oiiii…..Não tem muito o que dizer, só que você é um guerreiro….que passei mais ou menos isso, só que com 13 anos, mas pode ter certeza que isso vai te fortalecer e ser um verdadeiro cidadão.
    Que vai continuar lutando pelos seus ideais assim como vem fazendo….
    Força sempre…Te admiramos….BJS…Méri

    Like

  4. Querido, Gabriel. Pelo que pude acompanhar com Táti, percebo que esses sentimentos fazem parte e acho que a diversidade contribui bastante. Sei que a fase de adaptação não é fácil, mas você vai superar. Estaremos sempre a disposição para um bate papo.

    Like

  5. EM TODAS AS ESCOLHAS QUE DECIDIMOS FAZER EM NOSSAS VIDAS, EXISTEM SACRIFÍCIOS. MUITAS VEZES, NO ATUAL MOMENTO, SOFREMOS OU NÃO ENTENDEMOS, OU ATE MESMO DESISTIMOS. FICAR LONGE DA FAMÍLIA, AMIGOS, CASA É SEMPRE MUITO DIFÍCIL, MAS DEVEMOS PENSAR QUE SEMPRE ESTAMOS FAZENDO O MELHOR PARA NOS ORGULHARMOS DE NÓS MESMOS.
    O FUTURO DIRÁ TODAS ESSAS RESPOSTAS. E QUE SEJA UM FUTURO DE MUITO SUCESSO A TODOS VOCÊS, QUE HOJE CHAMO DE HEROES, E AMANHÃ PROVAVELMENTE OS CHAMAREI DE GRANDES EXEMPLOS!
    GRANDE ABRAÇO A TODOS, EM ESPECIAL A VOCÊ GABRIEL BERDET (ESTAGIÁRIO!!!!!)!
    E LEMBREM-SE: ” O QUE NÃO TE DESTRÓI, TE FORTALECE”

    Like

    1. EM TODAS AS ESCOLHAS QUE DECIDIMOS FAZER EM NOSSAS VIDAS, EXISTEM SACRIFÍCIOS. MUITAS VEZES, NO ATUAL MOMENTO, SOFREMOS OU NÃO ENTENDEMOS, OU ATE MESMO DESISTIMOS. FICAR LONGE DA FAMÍLIA, AMIGOS, CASA É SEMPRE MUITO DIFÍCIL, MAS DEVEMOS PENSAR QUE SEMPRE ESTAMOS FAZENDO O MELHOR PARA NOS ORGULHARMOS DE NÓS MESMOS.
      O FUTURO DIRÁ TODAS ESSAS RESPOSTAS. E QUE SEJA UM FUTURO DE MUITO SUCESSO A TODOS VOCÊS, QUE HOJE CHAMO DE HEROES, E AMANHÃ PROVAVELMENTE OS CHAMAREI DE GRANDES EXEMPLOS!
      GRANDE ABRAÇO A TODOS, EM ESPECIAL A VOCÊ GABRIEL BERDET (ESTAGIÁRIO!!!!!)!
      E LEMBREM-SE: ” O QUE NÃO TE DESTRÓI, TE FORTALECE”

      Like

  6. Wow, Gabriel, thank you for putting into words what many may be going through. As in a family, it’s important you all have someone who is in tune and present enough to listen and be there. Slowly but surely, let’s hope everybody will find solace and settle confortably into the new school life and the new extended EMIS family.

    Like

    1. Thank you Ms. Voyer!! I am sure that everyone will find happiness and peace here. Until the time comes for all, we will all be here for each other. And that is what makes us a big family.

      Gabriel

      Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Create a website or blog at WordPress.com

Up ↑

%d bloggers like this: